Excesso de muco

Muco é um fluido viscoso composto de água, células epiteliais, agentes de defesa, sais inorgânicos e mucina, ou mucoproteína, uma combinação de aminoácidos tipicamente encontrada na clara de ovo, na saliva, nas cartilagens, em todo o aparelho digestivo.

O muco desempenha um importante papel no nosso corpo, protegendo, reparando e lubrificando os tecidos. O nosso estômago é revestido por uma espessa camada de muco gástrico que impede os ácidos digestivos de machucarem as paredes estomacais. O equilíbrio entre muco e os ácidos digestivos no nosso estômago é que garante a adequada digestão e eliminação de toxinas.

Se a acidez for maior que o muco, a digestão fica ruim, ocorre um superaquecimento da digestão, provocando dor, desconforto gástrico, queimação, refluxo. O muco ajuda a equilibrar o nosso fogo digestivo (AGNI).

Por outro lado, se o muco for excessivo, vai apagar o fogo digestivo, comprometendo a digestão e a assimilação de nutrientes. Quando isso acontece, é possível observar a presença de muco nas fezes. Bactérias e fungos patogênicos crescem descontroladamente na presença de muco, provocando o desequilíbrio da flora intestinal saudável, quadro que chamamos de disbiose intestinal. A disbiose intestinal, entre outras coisas, reduz a capacidade intestinal de absorver nutrientes importantes.

Se já está com excesso de muco, retire alimentos o que aumentam a umidade ou que seja de difícil digestão. Exemplos: leite, queijo de qualquer tipo, requeijão, ricota, iogurte, carnes, tofu, derivados de soja, farinhas refinadas, comidas geladas, etc.

Outra coisa importante, é eliminar o excesso das vias respiratórias, assoe o nariz com vontade, tussa pensando em cuspir o catarro. Nariz e boca são portas de saída de secreções respiratórias. Fungar e engolir muco, só vai gerar mais muco. O Ayurveda recomenda como prevenção lavar o nariz com jalaneti e solução de água filtrada com sal integral, outra alternativa é usar uma seringa com soro fisiológico, na frequência de 2-5x/semana. Procure orientação médica se o muco tiver dor de cabeça intensa e/ou muco esverdeado, amarelado.

Tudo que é quentinho e levemente apimentado, ajuda a derreter o muco. Os alimentos devem ser fácil digestão, levemente oleados e picantes (gengibre, pimenta do reino, cúrcuma, cominho, assafétida). Chás, infusões e decocções são especialmente benéficas, além de aquecerem o corpo, o vapor e seus óleos voláteis são benéficos para desprender o muco das paredes da cavidade nasal, além de fornecerem fitoquímicos que ajudam a melhorar os sintomas do resfriado. Exemplos: gengibre, limão, tulasi (alfavaca cheirosa), erva doce, etc.

O mel é adstringente, possui característica seca, ajuda a ressecar, diminui o muco, deve ser consumido sempre cru, nunca cozido, de preferência envelhecido.

E por último, não menos importante, beba MUITA água, sempre em temperatura ambiente, para não desidratar, não ficar com dor de cabeça e nem dar oportunidade para agentes infecciosos se instalarem no seu sistema.

Leitura complementar:

Atchiiim, 2005 - Sônia Hirsch

Destaques
Arquivos