Como conservar ervas frescas?


Desde a Antiguidade, as ervas têm sido apreciadas pela maneira como realçam o sabor e a cor dos alimentos. Confira algumas dicas simples de como extrair as melhores propriedades e conservar as ervas que você tem em casa:

SECAGEM – a secagem é a maneira consagrada pelo tempo de se preservarem as ervas. Funciona bem para hortelã, louro, orégano, tomilho, alecrim, erva cidreira, capim limão, entre outras. Uma maneira muito simples, feita em casa, sem a necessidade de desidratador, é amarrar as ervas em ramos e pendurá-las de cabeça pra baixo em local quente, seco e bem arejado. A secagem deve ser feita à sombra – a secagem à luz do sol destrói o sabor e a cor. O local da secagem deve ser abrigado de poeira, poluição e componentes químicos.

CONGELANDO – a grande maioria das ervas conserva cores vivas e grande parte do sabor quando congeladas. Podem ser usadas em molhos, sopas e temperos para saladas – só não servem para decorar pratos pois ficam excessivamente moles. Para preparar: lave as ervas e corte em pequenos pedaços, ponha-as em pontinhos de vidro ou sacos plásticos, vede, etiquete e date. Outro método de congelamento consiste em moer as ervas c/ um pouco de água e congelar em forminhas de gelo.

CONSERVANDO EM AZEITE – Manjericão, alecrim, alho, pimentas e tomilho podem ser conservados em azeite e guardados por até 9 meses. Escolha o azeite ou óleo vegetal (linhaça, abacate) de sua preferência, coloque uma camada de folhas lavadas e secas numa jarra de vidro e por cima uma camada de óleo. Se quiser usar o alho, descasque e faça pequenos cortes nas laterais para que ele tenha mais contato e libere mais sabor no óleo.

CONDIMENTOS COM SABOR DE ERVAS – outra maneira de preservar as ervas frescas é mantê-las em vinagre, manteiga, ghee ou açúcar.

RECEITAS

GHEE DE ERVAS

INGREDIENTES: 125g de ghee sólida + 3 colheres (sopa) de salsa fresca picada.

PREPARO: misture os ingredientes, acrescente pimenta do reino e sal se desejar. Coloque num pote de vidro e deixe na geladeira por 2 horas. Outra opção é congelar em fôrmas de gelo. Essa receitinha é ótima para lubrificar os tecidos que ficam ressecados no outono. Consuma com arroz, caldos, cozidos, etc.

CALDA DE HORTELÃ

INGREDIENTES: 1 xícara de folhas de hortelã, 1 xícara de água, 1 xícara de açúcar

PREPARO: misture todos os ingredientes numa panela pequena e ferva. Diminua o fogo e cozinhe até engrossar, mexendo sem parar. Coe se desejar. Rendimento 1/2 xícara.

VINAGRE DE ERVAS

Opções de ervas:

Pratos salgados: sálvia, estragão, tomilho, manjericão, segurelha.

Saladas: alecrim, hortelã, manjericão roxo, flor de cunha (chá azul), lavanda - usar vinagre branco.

INGREDIENTES: 2 xícaras de vinagre de boa qualidade, 1 xícara de alguma erva fresca (listadas acima)

PREPARO: coloque a erva fresca, raminhos dentro de um vidro limpo, de preferência com rolha de cortiça ou tampa não metálica. Encha com 2 xícaras de vinagre e deixe em local ensolarado para macerar. Sacuda a garrafa de vez em quando, durante alguns dias. O vinagre deve macerar durante três semanas. Para acelerar o processo, ferva o vinagre antes de despejá-lo na garrafa. Quando estiver do seu gosto, coe-o num pano fino. Você pode colocar 1 raminho de erva fresca na garrafa para tornar o visual do vinagre mais atraente.

Destaques
Arquivos